Incêndio e explosão em bicicletas elétricas

A cena do vídeo é assustadora, a bateria entra em combustão espontânea a partir de uma célula defeituosa que se espalha para as outras em efeito cascata e o que era fumaça vira um show de fogos de artifício.


O que aconteceu? Bicicletas elétricas são perigosas? Explosivas? Inflamáveis?


Aparentemente a maior parte dos incêndios em bicicletas elétricas aconteceu durante a carga, algumas foram alvo de vandalismo e em algumas poucas situações, enquanto em movimento. Basicamente os incêndios parecem acontecer com bicicletas utilizando equipamentos de baixa qualidade e que foram manuseados de forma abusiva, especialmente baterias feitas em casa ou baterias de baixo custo. O uso de um carregador não destinado a essa tarefa também pode ser bastante perigoso.

Baterias de má qualidade aumentam o risco de incêndio


Por que as baterias pegam fogo


Existem baterias de baixo custo no mercado, algumas são feitas com células do tipo "sachê", outras apesar de utilizar células cilíndricas, algumas não possuem proteção contra curto circuito e algumas baterias sequer possuem um BMS. Esse circuito eletrônico que fica dentro da bateria é um item essencial de segurança, pois através do gerenciamento de tensão isolado por célula, desliga imediatamente o sistema inteiro caso apenas uma célula se mostre instável, com uma queda de tensão abaixo do limite de segurança ou acima deste, quando em carregamento. Sem um BMS, essa instabilidade evolui para aquecimento excessivo até que finalmente a célula pode se romper. Nas células de boa qualidade existe uma proteção contra curto circuito que funciona através de uma espécie de fusível mecânico que interrompe o fluxo de corrente, mas nas mais baratas, isso não existe e além disso, o próprio invólucro que constitui o corpo da célula é mais frágil. Sem proteção, o sistema continua ligado e a célula entra em ignição contaminando todas ao seu redor.


Soluções caseiras podem sair caro

Os carregadores de boa qualidade desligam automaticamente quando a tensão máxima é atingida, mas isso não acontece em carregadores mais simples que necessitam de monitoramento constante.

Além disso, a exposição da bateria à fontes de muito calor, como largar a bike por horas tomando sol forte, pode impulsionar uma situação de descontrole de temperatura.

Perfuração ou até mesmo colisões mais violentas podem se tornar um gatilho para a explosão de uma bateria.


O que provoca o fogo é chamado "disrupção térmica", traduzido do inglês thermal runway por uma associação técnica europeia, onde a célula, ao atingir uma temperatura crítica, entra em combustão espontânea liberando oxigênio que funciona com o comburente.


A maior parte das baterias possui células de íons de lítio, o que significa que em um espaço reduzido é possível concentrar uma grande quantidade de energia, muito maior que numa tradicional bateria de níquel-cádmio ou de chumbo-ácido como as que usamos nos automóveis. Com uma bateria menor que uma caixa de sapato infantil, dá para transportar mais de 100kg por mais de 100km. A bateria de lítio funciona através de uma uma troca energética volátil, O lítio puro (que é um metal) entra em ignição com exposto à água ou ar. As baterias utilizam um composto de lítio que apesar de guardar menos energia, permitem células mais estáveis.

A forma também é importante, as células utilizadas nas boas baterias são cilíndricas, o que significa melhor resistência à torção, o que é bem diferente das células de um celular, por exemplo, que pode ser deformada com facilidade. As células do tipo sachê (mais baratas) podem inchar e frequentemente não são submetidas a testes mais rigorosos. Uma célula de sachê isolada não é uma coisa ruim, mas uma célula de sachê dentro de uma bateria barata é uma receita assustadora.


De fato, boas baterias custam caro e não há dúvida que ao comprar uma bateria barata de um fornecedor questionável você dificilmente estará fazendo um negócio seguro em todos os sentidos.


O uso de componentes de qualidade é decisivo para garantir que sua bicicleta elétrica não irá parar nas redes sociais.


Estou seguro?


Componentes de qualidade e procedência são garantia de segurança

Considerando as centenas de milhões de bicicletas elétricas rodando pelo mundo, os incêndios em baterias são extremamente raros. As chances de uma explosão provocada por fósforo aceso deixado cair dentro de um tanque de gasolina costumam ser maiores. Sendo assim, você estará ainda mais seguro se estiver utilizando equipamentos de qualidade e procedência, ao menos com baterias cuja fabricação atenda a um padrão mínimo de qualidade que inclui células cilíndricas de Lítio com proteção contra curto circuito, BMS e carregador dedicado.




Como prevenir?

Use somente o carregador fornecido pelo fabricante da bateria. Carregadores inadequados podem fazer a bateria super aquecer. Foram encontrados carregadores ruins nos restos de um incêndio de uma loja de ebikes em Pequim onde 4 pessoas morreram.

Os carregadores iPedal são seguros e possuem proteção contra sobre tensão


Não deixe a bateria carregando sem supervisão e não deixe a bateria carregando perto de objetos inflamáveis. Faça-o em um lugar onde haja escape para fumaça, onde seja fácil de se afastar da bateria com segurança.


Não deixe a bateria guardada cheia por longos períodos (acima de 6 meses). O armazenamento ideal é com 40% a 60% de carga. Nos extremos de carga e armazenamento, ela envelhece mais rápido. Mais carga também pode significar mais energia para iniciar um incêndio.


Não use uma bateria que tenha sido perfurada, ou caído de grande altura ou danificada de alguma forma. Ela pode parecer em ordem do lado de fora, mas danos internos podem permitir que as células entrem em contato umas com as outras, permitindo superaquecimento e ignição. Consulte a iPedal para saber se sua bateria é segura.



Componentes comprados juntos para funcionar juntos

Não modifique o sistema de funcionamento de sua ebike se você não é um especialista. A maior parte das ebikes que pegaram fogo foram fruto de erros na montagem caseira. Não brinque com o que você não conhece. Um kit de conversão seguro significa peças compradas juntas para funcionar juntas a priori de você montar um "Frankenstein" em casa.


Use um extintor de água e pó químico para tentar apagar o fogo imediatamente. Entretanto, a fumaça de uma bateria de lítio produz gases extremamente perigosos, então a menos que você consiga extinguir o fogo no começo ou mover a bateria para o lado de fora, é melhor chamar os bombeiros.